Reunião de produção – 20/mar

Estivemos reunidos na ALEOA: Têmis, Gutavo C, Gustavo T, Ana R e Alexandre.

Sobre o episódio 2 (clica aqui para ler o roteiro)
Do retorno da produção de locação, vimos que no fim de semana do feriado tudo estaria fechado, o que impossibilita as filmagens no restaurante e mercadinho. Além disso, conversamos que os corredores do condomínio da Eliana é a nossa melhor opção e gostaríamos de insistir na locação.

Todos os atores dos personagens envolvidos no episódio tem a disponibilidade de se encontrar no fim de semana do feriado, por isso, deixamos marcado de nos encontrar na sexta-feira (santa), 29 de março, às 15h, na ALEOA, para ensaio geral. Necessariamente devem estar presentes: Atores – Gustavo C, Alexandre, Jony, Têmis e Nena (síndica); Equipe – Gustavo T, Ana R (por enquanto).

Além dos acertos do calendário, conversamos sobre figurinos e o que cada ator imagina para o seu personagem, entramos em concenso que vamos procurar não utilizar roupas próprias, sempre buscando figurinos emprestados para ajudar na hora de encarnar o personagem.

Alexandre (não teve o seu nome mencionado na reunião de condomínio) – músico (gaita harmônica), toca na noite mas está visivelmente em decadência, solitário.
Têmis (não teve o seu nome mencionado na reunião de condomínio) – advogada, mãe solteira, dondoca, paty.
Ana (Ana Cláudia) – pessoa que incia muitos projetos e nunca acaba nenhum. Sua roupa materializa o estado em que se encontra e combina com a atividade que explora no momento.

Obs: senti falta de explorarmos o personagem do Gustavo. No ensaio acho que devemos fazer esse exercício com Gustavo C, Jony e Nena.

Lembrando que combinamos de levar roupas pensando nos outros persongens e, também, fotos de edifícios que possam servir de fachada para o nosso condomínio. A Ana sugeriu aquele da esquina da República com a José do Patrocíno que fica em cima da sorveteria Jóia.

Sobre o episódio 3 (clica aqui para ler o argumento)
Conversamos sobre o roteiro do episódio 3, A festa.
Pensamos que é estranho o fato das pessoas do condomínio simplesmente entrarem na festa. Uma solução para o roteiro seria a seguinte: os moradores, um a um, batem na porta do apartamento para reclamar e são “sugados” para dentro da festa pelo(a) anfitrião(ã). O último resolve ligar para o subsíndico e esse atende o telefone no banheiro da festa.

Os comes em homenagem ao Gustavo C que estava de aniversário neste dia! Parabéns Gus!! É um orgulho e um prazer estar junto contigo nessa empreitada!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s