Tainhas no Dilúvio: uma webserie do Cinehibisco e Coletivo Catarse

Um projeto de crônica sobre a lógica desenvolvimentista da reordenação do espaço urbano colocando em reflexão o tema e contrapondo-a às soluções sustentáveis que existem e que já estão em prática em pequenas iniciativas. Aqui, neste site, organizada em websérie, você pode navegar pelas cenas/episódios e encontrar sugestões dessas iniciativas e informações sobre cada assunto abordado nas esquetes.

Também você pode “navegar” pelas águas do Arroio Dilúvio, em Porto Alegre, em um passeio quase de sua nascente, nas matas do Morro Santana, até sua foz, no Lago Guaíba. Um leito de águas poluídas, mas que resite e apresenta muita vida resistindo ainda.

Entre no site do projeto!

Uma realização Coletivo Catarse e Cinehibisco com apoio do Fundo Socioambiental CASA.

Anúncios

Gravação da Trilha Sonora (dia 1)

A websérie já está para ser lançada, mas os trabalhos para a sequência dos episódios seguem rolando…

Aqui um pouquinho do trabalho no estúdio do Coletivo Catarse do que falta da produção final da trilha sonora do Projeto Tainhas no Dilúvio.

No violão, Marcelo Cougo, na produção/edição, Gustavo Türck.

Ouça a primeira mix do violão base junto do violão solo. Ainda tem mais instrumentos a serem gravados!

Tainhas no Dilúvio – um passeio pela cidade

Nos dias 14 e 17 estivemos em externa para mais uma leva de cenas para o filme Tainhas no Dilúvio.
Acesse o site do projeto para saber sobre o filme e acompanhar a sua produção. Nestes dias gravamos cenas em que os personagens se deslocam pela cidade em duas realidades bem distintas: a do carro e a da bicicleta. Além disso, tivemos a oportunidade de poder contar, em uma das cenas, com a presença do Zé do Tambor. É uma honra pra nós ter um artista como ele na nossa produção.

E vem mais por aí! Acompanhe….

 

 

Tainhas no Dilúvio

Neste feriado do dia do trabalhador, estivemos trabalhando na captação das primeiras imagens do curta-metragem Tainhas no Dilúvio.
Uma produção Coletivo Catarse e Cinehibisco com o apoio do fundo sócio-ambiental CASA.
O foco do filme é explorar de forma satírica a lógica desenvolvimentista da reordenação do espaço urbano colocando em reflexão o tema e contrapondo-a às soluções sustentáveis que existem e que já estão em prática em pequenas iniciativas e para isso usamos a água como forma de ilustrar essas contradições.
O filme estará pronto em junho. Conheça o projeto uma Tainha no Dilúvio.

Veja algumas imagens de bastidores…

P A R A L E L O

(ficção – 2014 – 8′)

O espaço entre o desejo e o real colidem com uma personagem contemporânea, onde limites e decisões distorcem a realidade.

Roteiro
Éverson Silva

Direção e produção
Éverson Silva
Têmis Nicolaidis

Assessoria de produção
Predo De Camillis

Figurino
Cinehibisco

Direção de fotografia
Éverson Silva
Têmis Nicolaidis

Operação de câmera
Têmis Nicolaidis

Elenco
Charlotte Dafol (Bianca)
Ana Rodrigues (Júlia)
Gustavo Türck (Marcos)
Mainô Türck (Ju)

Edição
Gustavo Türck
Gustavo Cardoso

Direção de trilha sonora
Marcelo Cougo

Gravação, efeitos sonoros, desenho de som, mixagem e masterização
Lucas Kinoshita – Tamborearte Estúdio Móvel

Artistas de efeitos sonoros
Marcelo Cougo
Rose Machado
Lucas Kinoshita

Trilhas

Piano e percussões
Lucas Kinoshita

Violões
Marcelo Cougo

Dança
(Marcelo Cougo & Lucas Kinoshita)

Caminhada
(Marcelo Cougo & Lucas Kinoshita)

Reencontro
(Marcelo Cougo & Lucas Kinoshita)

Finalização
Gustavo Türck

Still
Eliana Mara Chiossi
Pedro De Camillis

Agradecimento
Casa de Cultura Mário Quintana

Realização
Cinehibisco e Coletivo Catarse